Ouça nossa webradio

domingo, 1 de novembro de 2009

Documentário enfoca "microfone cor-de-rosa" nas rádios comunitárias


Mércia Chaves

A professora Mércia Chaves produziu e apresentou durante vários anos o programa FEMININO PLURAL, tratando de questões relacionadas, principalmente, com o gênero feminino, sendo considerado referência na radiodifusão comunitária da região. O programa discute temas como mulher e saúde preventiva, meio ambiente, direitos sociais, educação e comunicação popular, entre outros, veiculado nas rádios comunitárias Araçá, Sapé e Zumbi dos Palmares, no bairro Ernesto Geisel, em João Pessoa.

O programa vem contribuindo na sensibilização da população para a construção da rádio comunitária, partindo de uma reflexão coletiva. Como a rádio comunitária é um espaço essencialmente amador, onde as pessoas trabalham a partir da experimentação, já que não existe uma capacitação técnica, estamos sempre qualificando as mulheres envolvidas, visando jogar um maior número de vozes na interlocução social, daí surgindo novos líderes, novos comunicadores que jamais encontrariam espaços na grande mídia, para dialogar com seus pares e movimentar o subterrâneo da produção cultural e da organização social da periferia, onde a rádio é sintonizada, produzindo conteúdos de qualidade e dando respostas às necessidades da população.

A proposta é registrar essa experiência em formato de vídeo digital de 15 minutos. O documentário mostrará a realidade de nossas comunidades atingidas pelas ondas das rádios de baixa freqüência, a integração do povo aos projetos das entidades responsáveis por essas emissoras populares e, principalmente, depoimentos de mulheres sobre os conteúdos do programa que fala sobre educação, saúde preventiva, direitos sociais, cultura, defesa da criança, adolescente e terceira idade, entre outros temas urgentes.

O documentário será apresentado nas comunidades do Jardim Veneza, Timbó, Ernesto Geisel, Mandacaru, Mussumago, São Rafael, Cuiá, Grotão, Cruz das Armas, Cabedelo e Bayeux (Rádio Comunitária Casa Branca), localidades onde operam rádios comunitárias em freqüência modulada na grande João Pessoa, com ou sem outorga do Ministério das Comunicações. Em parceria com a Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária no Estado da Paraíba – ABRAÇO – o curta-metragem será enviado a todas as rádios comunitárias em atividade na Paraíba e congêneres no Brasil.

Para produzir o filme, a equipe está buscando parceiros na iniciativa privada e instituições oficiais.

Gildayanna, Relações Públicas da Rádio Comunitária Zumbi dos Palmares