Ouça nossa webradio

domingo, 2 de janeiro de 2011

Sarney é dono de sete rádios comerciais e 16 comunitárias


Sarney jura que tem as mãos limpas

O senador José Sarney é mantenedor de 7 rádios comerciais e 16 rádios comunitárias, segundo afirma teor da Moção de Repúdio aprovada na última Conferência de Comunicação. No texto, afirma-se que “o senador faz formação de rede entre elas a fim de satisfazer seus interesses político-partidários, em nítida contrariedade à lei e aos interesses da sociedade. Também é grave o fato de que Gilvam Borges faz parte da Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática – CCT – do Senado Federal e vota a concessão de meios de comunicação no país.” Gilvan Borges é outro senador dono de concessões de rádios.

José Sarney é acusado de patrocinar o cerceamento da liberdade de expressão de blogs e meios de comunicação dos Estados do Amapá e São Paulo, e, consequentemente, do Brasil. Existem no Estado do Amapá diversos jornalistas e blogueiros que estão com pendências econômicas na justiça devido a ações judiciais movidas pelo Senador José Sarney (PMDB/AP), cuja fundamentação é de teor meramente político.

“Quando interesses públicos dão lugar ao proselitismo político e ao favorecimento pessoal daqueles que se consideram “donos” de concessões, que de fato pertencem a todos nós, expõe-se quanto ainda estamos longe do controle público e democrático dos meios de comunicação. A concentração e o monopólio da informação por parte de políticos detentores de mandatos deve acabar”, afirma o documento. (FONTE: chicoterra.com)

Na Paraíba, o ex-senador Roberto Cavalcanti é dono de uma rede de rádio e TV que aumenta a cada dia, tornando-se na prática o “imperador da comunicação”. Ele é defensor da repressão ás rádios comunitárias e livres. (Da redação)