Ouça nossa webradio

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Mais um grupo político abocanha outorga de rádio comunitária em Goiás




Inaugurada em julho a Rádio Comunitária de Formoso, em Goiás, que foi implantada pela Associação Comunitária e Cultural do município. Trata-se da Rádio Manchester FM 98,7. O presidente da associação e diretor geral da emissora, Rudys Coelho, informou que a rádio funciona no Setor Bela Vista, contando com apoio do prefeito Massilon Lira e do deputado federal Sandro Mabel. "A Prefeitura construiu a sede da associação, onde funciona a emissora. O deputado Sandro Mabel nos ajudou na aprovação. São oito anos que lutamos para implantar esta emissora em Formoso, portanto, é uma grande conquista para a comunidade", disse ele.

A notícia, publicada no “Diário do Norte” online, mostra claramente as relações incestuosas entre grupos políticos e concessão de rádios comunitárias no Brasil. Na maioria dos casos, para atender ao disposto na legislação do setor, são formadas associações de moradores de fachada para que os empresários ligados aos políticos possam receber as outorgas para a operação de rádios comunitárias. Porém, após a obtenção da outorga, as rádios passam a operar como emissoras comerciais.

Para o radialista paraibano Chico do Rádio, de Cajazeiras, essas rádios comandadas por esquemas políticos “servem apenas para paparicar os padrinhos políticos, verdadeiros donos das emissoras, ampliando a ditadura da comunicação como se vê aqui em Cajazeiras e na cidade de Conceição, em um sistema fechado e enferrujado”.