Ouça nossa webradio

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

Contra solidão, moradores de rua ganham rádios no Natal na França


Segundo a associação que realiza esta iniciativa, o objetivo é fazer com que essas pessoas se sintam menos sozinhas


 A associação Les Enfants du Canal, que presta auxílio a moradores de rua, prevê doar 2,5 mil rádios em 35 cidades francesas, como Paris, Lyon, Bordeaux, Toulouse ou Reims.

"Além de poder ouvir música ou uma partida esportiva e se informar sobre acontecimentos em geral, o rádio faz companhia, ele representa uma presença e cria laços com a sociedade", disse à BBC Brasil Christophe Louis, diretor da associação.

"O que as pessoas geralmente fazem pela manhã, quando tomam banho ou café ou estão no carro indo para o trabalho? Elas escutam o rádio. Privar os moradores de rua de ouvir notícias ou programas de divertimento é uma forma de exclusão social", diz ele.

"Além de romper o isolamento dessas pessoas, elas também poderão ter acesso à cultura", diz Louis.

Energia solar

Ele afirma que a ideia de doar os rádios surgiu a partir de pedidos dos próprios moradores de rua. Como é difícil para essas pessoas conseguirem pilhas, a associação oferece rádios com bateria movida a energia solar.

Até o momento, a associação, com sede em Paris, conseguiu obter recursos, por meio de doações, para financiar a compra de 1,8 mil rádios. O aparelho custa € 15 (quase R$ 50).

Louis prevê obter nos próximos dias os recursos necessários para atingir a meta de distribuir 2,5 mil rádios nestas festas de fim de ano.

O rádio também permite ter acesso a informações importantes para quem dorme na rua, como as notícias sobre o tempo.