Ouça nossa webradio

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Acordo leva empreendedorismo a rádios comunitárias de Natal – RN



Embora o estado tenha 126 rádios comunitárias legalizadas, elas são uma mídia ainda subutilizada, na avaliação do consultor em comunicação Ciro Pedroza. Ele fez a análise durante a assinatura do termo de cooperação técnica entre o Sebrae no Rio Grande do Norte e a Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária (Abraço), em 20 de novembro último. 

De acordo com Ciro Pedroza, falta às rádios de cunho comunitário a promoção de ideias que estimulem o desenvolvimento local e o empreendedorismo. “As rádios comunitárias precisam ser utilizadas em toda a sua força. Em muitos municípios, elas são o único meio de comunicação existente, mas é preciso aplicar ideias que estimulem o desenvolvimento da comunidade”, atesta.

De acordo com o termo de cooperação técnica, o Sebrae fará um trabalho contínuo de capacitação nas áreas de gestão e empreendedorismo junto ao sistema de radiodifusão comunitário potiguar. O diretor-técnico da instituição no Rio Grande do Norte, João Hélio Cavalcante Júnior, explica que a ideia é focar o trabalho nos conceitos de associativismo e cooperativismo, de modo que o sistema de radiodifusão seja fortalecido.

“Vamos realizar um trabalho diferenciado, que através de capacitações, poderá se transformar em modelo para outros estados. Queremos ter as rádios como nossas porta-vozes, para que o empreendedorismo e o desenvolvimento cheguem a todos os municípios do Estado”, pontua.

Marco

O diretor-executivo da Abraço potiguar, Hugo Tavares, acredita que o acordo com o Sebrae será um marco para o sistema de radiodifusão comunitário do estado.“Estamos muito felizes com esta parceria celebrada neste dia, que é histórico para a Abraço”, prevê.

O presidente da FM Cidadania, Nelson Gregório, lembrou o papel importante da emissora comunitária de Mossoró. Instalada no Nova Vida, bairro com mais de 30 mil habitantes na periferia da cidade, a rádio é apontada como uma experiência bem sucedida da radiodifusão comunitária no Rio Grande do Norte.

“Pelo reconhecimento ao nosso trabalho realizado junto à comunidade, conseguimos parcerias importantes com a Petrobras e Fundação José Augusto, do governo do Estado. Isso mostra que estamos no caminho certo. E essa nova parceria só vem reafirmar a importância das rádios comunitárias”, comenta.


(Com informações do portal da ABRAÇO NACIONAL)