Ouça nossa webradio

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

PARAÍBA


Programa radiofônico sai do ar por falta de recursos

O rádio em Itabaiana retomava seu espaço democrático e cultural através do programa “Resenha Cultural” do Ponto de Cultura Cantiga de Ninar, projeto pioneiro na Rádio Comunitária Rainha, veiculado todo sábado das 15h30 ás 16h. Composto de informações sobre os fatos culturais da cidade e do Estado da Paraíba, dinâmico e atualizado, “Resenha Cultural” levava ao ar depoimentos de artistas e a autêntica música de raiz. Com menos de um ano, o programa teve que ser desativado temporariamente porque o Ponto de Cultura Cantiga de Ninar está passando por séria crise financeira, desde que o Ministério da Cultura não vem honrando os compromissos provenientes de Convênio com a Sociedade Amigos da Rainha do Vale do Paraíba, inviabilizando projetos como a produção do programa.

O programa também era veiculado na grande rede através dos blogs da Rádio Comunitária Zumbi dos Palmares e do próprio Ponto de Cultura. "Era um contraponto da mídia tradicional”, afirma Clévia Paz, diretora, produtora e apresentadora. Para ela, o programa era uma das poucas fortalezas de defesa de nossa cultura na mídia radiofônica da Paraíba, além de servir como laboratório de rádio comunitária. “Estamos dando um tempo, mas voltaremos, porque sem dúvida, o projeto tornou-se essencial para a organização dos artistas e difusão cultural em nossa cidade”, afirmou.

Dificuldades

O Ponto de Cultura Cantiga de Ninar, um dos mais ativos da Paraíba, corre o risco de fechar. A sua mantenedora, a Sociedade Amigos da Rainha do Vale do Paraíba, passa por uma crise financeira que culminou com o adiamento dos cursos e oficinas programados para este primeiro semestre de 2011, atrasou o pagamento dos aluguéis e já enfrenta ameaça de despejo. Os alunos dos cursos não pagam para estudar, mas os salários dos oficineiros têm que ser pagos, além de taxas e impostos, água, energia, internet e outras despesas de custeio.

Para Fábio Mozart, um dos coordenadores, a solução em curto prazo pode ser a cotização entre amigos e componentes do Ponto de Cultura. “Vamos tentar organizar o Clube dos Amigos do Ponto de Cultura Cantiga de Ninar, onde cada sócio pagará um valor simbólico a partir de R$ 10 reais para fazer face às despesas mais urgentes, e a médio prazo temos que pensar formas de geração de renda para a entidade”, explicou.

Antes que a instituição entre em uma situação irreversível, com o aumento das dívidas de curto prazo e outros compromissos como impostos e taxas atrasados, os coordenadores pensam em realizar eventos para arrecadar recursos. Um deles é o Grito de Carnaval que será realizado juntamente com a Associação Memória, na AABB de Itabaiana, na sexta-feira que antecede ao carnaval de 2011.

www.pccn.wordpress.com