Ouça nossa webradio

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Presidente da rádio comunitária de Mari responde às críticas

O denunciante Assis Firmino (direita) ao lado do ex-governador da Paraíba José Maranhão

O sindicalista Assis Firmino fez severas críticas ao presidente da Rádio Comunitária Araçá FM de Mari. Ele disse que sempre combateu e discordou da forma como Ramos vem administrando a emissora comunitária. "Sempre discordei e combati a forma como o presidente da Rádio Araçá vem administrando aquela emissora. Numa rádio comercial tudo bem, pois você é dono. A rádio comunitária tem um estatuto que diz que a mesma deve fazer u trabalho isento. Aqui em Mari está acontecendo uma aberração. Se essa emissora vier a sofrer uma penalidade por parte do ministério das comunicações, o único culpado é o seu presidente Ramos.

Recentemente o vice-prefeito de Mari e os vereadores João do Varejão, José Martins e Edvaldo solicitaram um espaço de um programa na emissora e foi negado. Onde está a democracia? como é que a administração de Mari pode utilizar um programa semanal para fazer ataques ao ex-prefeito Marcos Martins. Estou convocando a população de Mari para pedir o afastamento da direção de nossa emissora", disse Firmino.


CARTA DO PRESIDENTE DA RÁDIO COMUNITÁRIA ARAÇÁ
De fato não são necessárias muitas palavras pra explicar as eternas e infundas acusações que o Sr. Assis Firmino tem dirigido a Direção da emissora Comunitária de Mari. E tem feito por pura pervesão e maldade! Só na justiça ele moveu quase duas dezenas de processos contra a emissora, sem ter êxito em nenhuma. Houve sim uma solicitação dos Vereadores da "oposição", subscrita pelo vice prefeito e pelo o ex-prefeito (chefe politico do Sr. Assis), a qual foi negada, como também já hvia sido negada a mesma solicitação a "oposição" na época em que o prefeito é um dos solicitantes. Segue em anexo o oficio enviado aos vereadores e ao vice prefeito. Ressalto, ainda, que foi enviado para os requerentes uma cópia do oficio enviado aos Vereadores da oposição, no ano de 2003. A emissora dispõe de dois programas jornalísticos abertos à participação da comunidade, inclusive, frequentemente os vereadores solicitantes e também o vice prefeito participam desses programas, tanto no estúdio quanto por telefone. O que esse senhores pretendem com a solicitação feita é transformar a emissora numa rinha politica partidária, o que não será admitida pela direção da emissora. Que eles utilizem os espaços institucionais já disponibilizado semanalmente aos poderes Executivo e Legislativo do nosso municipio. Severino Ramo do Nascimento Diretor presidente