Ouça nossa webradio

sábado, 17 de setembro de 2011

EM JATAÍ/GO


Postura da Polícia Federal é elogiada por pretensa rádio comunitária

Jataí é um município de Goiás, onde operava uma rádio comunitária especializada em tocar MPB. No blog da rádio, o responsável narra a operação da Polícia Federal no fechamento da emissora, elogiando os métodos do delegado.

“A 103,5, mais conhecida como JATAI FM, é um sonho de 3 amigos jataienses que veio se realizar no ano de 2005. Sabíamos que mais cedo ou mais tarde teríamos a presença da PF e da ANATEL em nossa porta, mas o nosso sonho e o prazer eram ainda maiores: era levar a verdadeira música brasileira aos ouvidos de pessoas que, praticamente, estão em contato somente com a música sertaneja. Agora, pense você, sair de um sertanejo para um CARTOLA, por exemplo, é uma reviravolta totalmente radical. Mas estávamos vendo o resultado mais rápido que imaginávamos: a aceitação dos nossos ouvintes.

A 103,5 veio para mostrar o que seria a verdadeira rádio comunitária, não essas “radiozinhas” que estão por ai, de pura fachada, pura mentira. Políticos usando concessão de rádio comunitária para transforma-las em uma rádio comercial; isso que revolta o povo brasileiro. Quantas pessoas estão lutando no Brasil para montar uma rádio e servir à comunidade, ficam anos e anos tentando conseguir uma concessão, até ser vencidos pelo cansaço da humilhação e da falta de vergonha dos políticos. Em nossa cidade mesmo temos como exemplo a rádio 104,9 a única rádio comunitária da cidade, que na verdade de comunitária não tem nada. Já denunciamos essa rádio e os incompetentes da ANATEL não fizeram nada, nem mesmo responderam nosso e-mail dando uma posição de nossa denúncia. Por isso que o povo brasileiro fica revoltado; é a falta de interesse dos próprios órgãos públicos.

A rádio que diz ser comunitária estava gostando tanto de nossa programação, que até copiou o texto de duas vinhetas nossas, só para você ter noção; a rádio estava ligadaça em nossa programação.. RISOS

Quando foi no dia 04/06/2005, olha o que sempre esperamos, a presença da PF em nossa emissora: mas vou falar a verdade, eles foram muito educados, chegaram em nossa emissora o sr. delegado da PF e um agente, com muita postura e bem discretos. Chegaram, entraram para meu escritório e conversamos bastante. Ele nos disse que naquele momento estava ali porque não agüentava mais tanta ligação das outras emissoras na delegacia; ele tinha tanto trabalho que as emissoras da cidade não estavam deixando ele desenvolver em paz. A partir daí, ele pediu para ver a “possibilidade” de desligar o transmissor, porque na verdade ele não estava a fim de nos “sacanear” fazendo a apreensão do equipamento caso fosse solicitado pela ANATEL

Após essa conversa, ele conheceu nossa emissora, nosso transmissor, e foi embora, após o que reunimos toda nossa equipe, ficamos no ar mais 6 horas e paramos de transmitir. Mas estamos com toda a documentação pronta para enviar a ANATEL é claro, esperando um dia poder voltar a tocar a verdadeira música brasileira, e poder levar às pessoas da comunidade a verdadeira cultura e o espaço na radiodifusão. Aqui fica o meu abraço a todos aqueles que um dia ouviram nossa programação... VALEU”

OBS: Rádio montada por três pessoas só para tocar música e que denuncia outra rádio comunitária à Anatel não merece muito crédito.

Fonte: http://www.bocalivre.org