Ouça nossa webradio

terça-feira, 14 de maio de 2013

Programa comemora 100 edições com presença de humorista de rádio comunitária


Mussulino, o caceteiro, vai invadir a Rádio Tabajara AM no próximo sábado, às 14 horas

Hoje é dia das vocações, portanto vou saudando meu amigo velho, compadre Ricardo Alves, lá em Mari, sujeito vocacionado para ser ator de teatro, mas a vida acabou a festa dele. Não saiu de cena, entretanto jamais terminou o espetáculo. Ele estará comigo no programa radiofônico “Alô comunidade”, próximo sábado. 
Por pura sorte e empenho dos camaradinhas Dalmo Oliveira, Marcos Veloso, Beto Palhano e Fabiana Veloso, vamos completar 100 edições do programa no sábado que vem. É muita coisa para quem produz sem nenhum apoio.  Até os papagaios viviam calados nas rádios comunitárias, foi quando começamos a irradiar o único programa temático sobre radcom da Paraíba e, talvez, do Brasil, em uma emissora pública.
Para lembrar nossa luta, chamei também meu compadre Silvano Silva, o coroné Mussulino, que começou comigo a brincar de rádio em Mari, na velha Araçá de guerra. Lá fomos presos, processados e autuados, devidamente grampeados, fichados e condenados pelo Sistema por ousar transmitir sinal de rádio sem autorização do Leviatã Estado. Com o mesmo sentimento libertário, faço esse programa numa rádio pública. Tiro, portanto, o chapéu para esse governo de Ricardo Coutinho que deu a chance de ampliar a voz dos comunicadores das rádios populares de baixa frequência, tão perseguidos e massacrados.
Queria reencontrar em estúdio meus compadres Ricardson Dias e Marcelo Ricardo, da Rádio Comunitária Diversidade do Jardim Veneza, eles que foram baluartes nas primeiras gravações do “Alô comunidade”.  Um dia quando eu abrir os olhos e sair do transe de imitador do cavaleiro andante lutando contra os moinhos de vento, deixo de praticar essas loucuras. “Doidices são saudáveis; sem elas, a gente enlouquece”, escrevi um dia, começando um poema inacabado.
Assim, tudo está reto e justo como cu de sapo, conforme diz Zé Lezim da Paraíba, saudando gaiatamente seus irmãos da Maçonaria.
Fábio Mozart

(Do blog Toca do Leão)
www.fabiomozart.blogspot.com