Ouça nossa webradio

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Câmara de Madre de Deus abre CPI para investigar rádio comunitária que se nega a transmitir sessões




A Rádio Madre FM, de Madre de Deus, na Bahia, será investigada por uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que foi aberta na Câmara de vereadores do município. O objetivo é investigar possíveis irregularidades em contratos de publicidade do Poder Executivo com a rádio, que, de acordo com os edis, está inscrita no Ministério das Comunicações como rádio comunitária e, portanto, não pode comercializar horário.

 Para a coluna Raio Laser, do jornal Tribuna da Bahia, eles justificam que a rádio deixou de transmitir as sessões da Câmara, após o Tribunal de Contas do Município (TCM) ter determinado a suspensão da liberação de verbas para a emissora, pois se configurava ato ilegal. O vereador Marden Lessa ressalta que “a criação da CPI é um passo importante não só para preservar os direitos da comunidade de ouvir as sessões, mas também a integridade institucional dos poderes Executivo e Legislativo do município”. Ele ainda afirma ainda que os vereadores tentaram dialogar com a diretoria da rádio, que se negou a esclarecer os fatos.

A notícia está no blog “Falando tudo”, que ainda publicou o seguinte comentário sobre outra rádio comunitária local: “A Rádio Comunitária Abelha Dourada FM também tem contrato com a Prefeitura e Câmara Municipal. Duvido que o dinheiro esteja na conta da rádio!”

Fonte:blogdoudenilson