Ouça nossa webradio

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Entidade que abriga a Rádio Comunitária Zumbi dos Palmares prepara-se para eleger nova diretoria


Assembléia no Centro Comunitário do bairro Ditador Ernesto Geisel


O bairro que leva o nome do ditador Ernesto Geisel começa a se preparar para escolher os novos diretores de sua associação de moradores e do Centro Comunitário. Na quarta passada, dia 8, uma assembléia geral escolheu a comissão que vai presidir o pleito. Nas próximas semanas, as chapas deverão se inscrever para as eleições 2013, que ocorrerão até agosto.
O atual presidente da entidade, Pedro Enedino, que se afastou do cargo por problemas de saúde, deverá retornar às suas funções nesses últimos meses do mandato que se finda. “Nós enviamos mais de 30 ofícios para a prefeitura, que resultaram em beneficio para a comunidade. Mas, infelizmente, não pude continuar por causa do meu acidente”, declarou.
Antes de escolher a comissão, a plenária discutiu questões internas da entidade, como o cadastro dos associados. O morador Antônio Holanda, ex-presidente da entidade, defendeu que as pessoas que possuíssem título eleitoral e votassem na Zona Eleitoral 070, onde o bairro se situa, poderia votar também na eleição comunitária,  mas sua tese foi rejeitada pela maioria. Outra proposta apresentada foi a de usar o cadastro dos PSFs Geisel, mas foi informado que os dados são sigilosos e não podem ser fornecidos para esse fim.

A assembléia acatou a proposta da atual diretoria, que define como colégio eleitoral para o pleito deste ano todos os moradores cadastrados na eleição passada. Também ficou acertado que moradores novos, que alugaram ou compraram residências no bairro nos últimos anos, nas ruas cadastradas anteriormente, também poderão votar.
O morador Dalmo Oliveira, que está ajudando a organizar as eleições no Geisel, propôs que a entidade fizesse um mutirão de cadastramento, convidando os moradores a procurar a sede do Centro Comunitário para efetuar sua associação à entidade. “Em vez de sair de rua em rua atrás dos moradores, vamos convidar a todos e todas para virem aqui no Centro preencher a ficha. Dessa forma estaremos estimulando mais ainda a participação e mobilização dos moradores da comunidade”, ponderou.
Para se cadastrar no Centro Comunitário do Ernesto Geisel, o morador vai precisar mostrar um comprovante de residência, preferencialmente, o recibo da CAGEPA, em seu nome ou no nome dos pais ou irmãos. Carteira de identidade, CPF e o título eleitoral. “Os novos cadastrados não poderão votar agora, porque o estatuto prevê uma carência de 360 dias antes da eleição, mas, de qualquer, forma, já ficam aptos para a próxima eleição e para gozar dos benefícios da entidade”, diz Ariston Augusto, diretor.
Pelo menos três grupos se preparam para disputar a direção da entidade. O primeiro deles é formado por diretores da atual gestão, liderados pelo atual presidente, Pedro Enedino. O grupo deverá compor com os partidários de Bruno Linhares, liderança jovem do bairro que disputou a eleição passada.

O segundo grupo é induzido pelo vereador Helton Rénê, ex-morador, cujo pai, Holanda, já dirigiu a entidade. Além desse, o ex-presidente da entidade José Alves também se fez presente na reunião e mostrou interesse em montar uma chapa.
“Nós estamos defendendo a formação de chapa única, aglutinando todas as lideranças do bairro. Está na hora de esquecermos as picuinhas do passado e unirmos forças para melhorarmos nosso bairro”, defendeu Oliveira.
A assembléia contou com a assessoria de Nilda Passoni e Marcos Júnior, membros da Sociedade Mãos Estendidas (SOME), que dirimiram várias dúvidas relacionadas ao processo eleitoral.
Na próxima terça, a partir das 19 horas, haverá a primeira reunião da comissão eleitoral. Também está agendada uma reunião aberta e ampla para discutir a formação da chapa de coalizão.
Atualmente a entidade possui cerca de 2 mil moradores cadastrados. O bairro possui hoje mais de 15 mil habitantes e está localizado no coração da explosão imobiliária que vive a zona sul da cidade. O bairro possui uma boa rede comercial, com agência da Caixa Econômica recém-instalada. O governo estadual iniciou a construção de uma Central de Polícia na entrada do bairro, nas imediações do estádio Almeidão. As comunidades da região desfrutam de diversas reservas naturais nas imediações.
(Foto e reportagem; Dalmo Oliveira)