Ouça nossa webradio

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Chegou a hora do levante eletromagnético


"- RÁDIO COMUNITÁRIA INTERFERE COMUNICAÇÃO ENTRE AERONAVES E AEROPORTOS"
"- RÁDIOS PIRATAS ATRAPALHAM AMBULÂNCIAS E POLICIAIS"
"- RÁDIOS ILEGAIS A SERVIÇO DO TRÁFICO NOS MORROS CARIOCAS."

Hora ou outra nos deparamos com manchetes como essas. Na boa, o que um pequeno equipamento, às vezes até caseiro e em sua grande maioria de baixíssima potência pode causar as grandes corporações midiáticas no mundo? MUITO ESTRAGO SIM! As rádios livres iniciaram com o propósito de subverter a industria musical com veiculação livre do que melhor acontecia e sem nenhuma submissão as grandes gravadoras que dominavam os estúdios de radio.

Hoje o conceito de rádio vem sofrendo muitas alterações. Hoje o rádio saiu das salas e caminha lado a lado com seus ouvintes em seus dispositivos móveis. Então; As grandes corporações já sacaram essa mudança e nessa seara de novas mídias o DIAL ficou bem mais valorizado.
Existe desde 92 uma lei que chamo carinhosamente de "Lei Tapa Cú" que anestesiou e burocratizou a militância. Vide as ações da ABRAÇO, cheia de assessores de políticos transeuntes da "Meca da Corrupção" no planalto.

Que conquistas, que avanços? A cada 10 rádios homologadas pelo ministério das comunicações 9 são ligadas diretamente a grupos políticos e a ABRAÇO? o que faz a respeito? denuncia? deixa quieto? ou acredita que é válido, portanto uma vitória?

Francamente companheiros vivemos um latifúndio tecnológico em que os CORONÉIS ELETRÔNICOS e seus JAGUNÇOS ANATÉLICOS ditam a regra e fazem terror.

Acredito companheiros que o mais sensato e correto seria tomar, ocupar o dial e o torná-lo produtivo. Semear no campo, ondas livres e justas.


Acredito no levante eletromagnético onde transmissores, antenas e vozes ressoem a democracia na comunicação.

CHEGOU A HORA DE OCUPAR O DIAL!

Gilberto Bastos Júnior

Publicado em

http://ruidoturmalina.posterous.com/