Ouça nossa webradio

sábado, 19 de março de 2011

Rádio comunitária de estudantes mexicanos é alvo de repressão


Por que uma rádio alternativa pequena representa um perigo tão grande para as autoridades? Essa pergunta é feita pelos ativistas da Rádio Regeneração, do Colégio de Ciências e Humanidades do México.

O projeto da rádio universitária nasceu em 1999 com o nome de Rádio Pacheco, combatendo a privatização da educação no país. Com o tempo, os microfones da rádio passram a servir aos diversos movimentos sociais da região. A equipe da Regeneração denuncia agressões praticadas contra eles por um “grupo de choque financiado pelas autoridades universitárias que querem fechar a rádio”. Vários roubos já foram anotados nas instalações. “Levam equipamentos, sabotam as transmissões”, afirmam os controladores da rádio, que saiu das instalações da universidade e hoje funciona em espaço autônomo.

A nova campanha contra a rádio, que pretende o desmantelamento deste espaço de auto gestão democrática, vem com ameaças de prisão. As acusações infundadas são, entre outras, que os membros da equipe “vendem drogas”. “Vendemos doces aos estudantes para manter o projeto”, explica um dos membros da equipe gestora.

Muitos professores oferecem aos alunos pontos extras para que façam parte de campanhas pela destruição dos espaços estudantis autônomos como a Rádio Regeneração. “Defender essa rádio é defender a livre expressão, a autonomia e a autogestão”, afirmam os estudantes.

www.radiocomunitaria.wordpress.com