Ouça nossa webradio

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Ponto de Cultura Cantiga de Ninar propõe convênio com a Rádio Comunitária Rainha


Marcos Veloso é radialista comunitário em Itabaiana/PB


Há uma grande dúvida sobre o destino das rádios e TV comunitárias, em função da digitalização. O preço do transmissor digital exigiria um gasto impossível a elas, que são impedidas por lei de fazerem publicidade como as comerciais, donas absolutas desta reserva deste mercado e da maioria das consciências de nossos políticos.
O Ponto de Cultura Cantiga de Ninar está propondo parceria com a rádio comunitária de Itabaiana, “altamente proveitosa, com ganhos seguros para ambas as partes”, considera Marcos Veloso, da ONG Sociedade Amigos da Rainha do Vale do Paraíba, mantenedora do Ponto em Itabaiana/PB. Para ele, esse convênio entre a rádio e o Ponto de Cultura Cantiga de Ninar seria a união entre cultura e comunicação, onde a emissora ofereceria espaço para divulgação das atividades do Ponto e, “em contrapartida, oferecemos capacitação técnica de locutores, redatores, operadores de som, repórteres e demais atividades inerentes à radiofonia, sempre na perspectiva de um rádio popular e democrático”.

Para Veloso, as rádios comunitárias não podem prescindir de uma sociedade civil vibrante e criativa, que participa de forma eficaz em questões relacionadas com a cultura, por exemplo, promovendo a participação dos cidadãos no processo democrático, contribuindo assim para uma melhor qualidade de vida de todos os cidadãos.

Este convênio está em estudo pelo Conselho Comunitário da Rádio Rainha, e por isso ainda não foi veiculado o programa “Resenha Cultural”, anunciado neste blog. “Pedimos desculpas aos nossos leitores, alunos e ouvintes, mas problemas de ordem institucional impediram que o programa tivesse início na data anunciada”, esclareceu Veloso.

Ele acredita que, com a digitalização, as rádios comunitárias só poderão sobreviver se estiverem em plena sintonia com a sociedade organizada, para obter sustentação em um meio que vai ficar absurdamente encarecido.

www.pccn.wordpress.com