Ouça nossa webradio

domingo, 12 de outubro de 2014

Radialista comunitário da Paraíba está entre os melhores gestores culturais do Brasil

Laercio Oliveira, Secretário de Cultura, Esporte e Turismo do município de Aparecida, Sertão da Paraíba, foi selecionado esta semana para receber o Prêmio Gestor Empreendedor na área de Cultura e Turismo em âmbito nacional. Esse prêmio é destinado aos melhores secretários municiais que têm compromisso e dedicação em promover o turismo e a cultura em seu município. Ele também coordena as atividades da Rádio Comunitária Acauã, uma das mais respeitadas emissoras desse segmento na Paraíba.
Laercio Ferreira de Oliveira Filho, é professor de História formado pela Universidade Federal da Paraíba, com Pós Graduação em História em Geo-Política pela Faculdade Integrada de Patos. É produtor cultural com atuação nas áreas de teatro, música, literatura, cinema e comunicação e é membro fundador da Acauã Produções Culturais – ONG cultural do município de Aparecida, fundada em 1990.
Laercio coordenou as dezesseis edições do FESERP – Festival Sertanejo de Poesia, prêmio Augusto dos Anjos, organizou as cinco Antologias Poéticas do FESERP, além de ser o idealizador e organizador da Coletânea Poética Rimas do Sertão, publicada em 1999. Em parceria com a professora Alvanira Azevêdo, publicou a cartilha “Aparecida – um canto da Paraíba”.
Na área musical, Laercio Filho coordenou as duas edições do Festival Acauã de Música Popular FAMUP e foi produtor executivo dos CDs: Tributo a Manoel Ferreira Damião – 2005 (Manoel Ferreira Damião), Rara Vida – 2008 (Cieudo Gomes), Acqualoca – 2008 (Edilberto Abrantes) e Nordeste ao Som da Viola – 2011 (Gilmar Oliveira).
Na última década, vem se dedicando ao segmento cinematográfico onde roteirizou e dirigiu os vídeos: Memória Bendita (Doc – 2005), selecionado do programa Revelando os Brasis do Ministério da Cultura Ano I, O Apóstolo do Sertão (Doc – 2008), As Trapalhadas de João Teimoso (Fic – 2010), As Trapalhadas de João Teimoso II (Fic – 2011), Antoninha (Fic – 2011) e Herdeiras da Mentira (Fic – 2014). Coordenou as cinco edições da Mostra Acauã do Audiovisual Paraibano e fez a produção executiva dos vídeos documentários A Caixa D’água do Sertão (2010), Lampião e o Cimento (2012) e O Homem de Borracha dirigidos por Diassis Pires.