Ouça nossa webradio

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Movimento pela democratização da comunicação perde Sérgio Lira



O radialista e coordenador de meio-ambiente e desenvolvimento sustentável da Abraço (Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária), Sérgio Lira, faleceu na quarta feira, dia 03, em Tauá-CE, vítima de crise de hipertensão seguida de uma parada cardíaca. Durante toda a manhã os médicos tentaram evitar um desfecho mais trágico, mas no início da tarde o coração de Sérgio não resistiu e ele faleceu aos 45 anos.

Sérgio Lira nasceu em São Paulo, em 1967. Seu interesse na luta pelos direitos socais e pela comunicação comunitária começou muito cedo. Na década dos anos 90, morador do bairro Ellery, juntamente com outros moradores, fundou e foi locutor da Rádio Mandacaru, que funcionou de 1998 a 2003. Antes, também participou da Rádio Aracoiaba FM, interior do Ceará, anos depois.

O radialista, músico e operador de áudio, também colaborou para a fundação da Associação das Rádios Comunitárias e do Centro de Produção em Comunicação Alternativa (ARCOS/CEPOCA), na década dos 90. Foi militante do Movimento Cearense pela Democratização da Comunicação, no início deste século. Participou ativamente da Comissão Pró-Conferência da Comunicação e foi Delegado na Conferência Nacional de Comunicação, em 2009.

Sérgio Lira participou dos principais momentos da história da radiodifusão comunitária no Ceará. Sempre presente nas discussões e forte atuante na luta pela comunicação popular,  e é um dos fundadores da Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária no Ceará. Como fonte principal, por diversas vezes foi convidado para debater o assunto em seminários, mesas redondas, universidades, programas de rádio e televisão.

Atualmente era coordenador de Organização e Mobilização da Abraço Ceará e coordenador de Meio Ambiente da Abraço Nacional. Além disso, trabalhava como assessor de comunição da Cooperfam (Cooperativa Agroecológica da Agricultura Familiar do Caminho de Assis), localizada em Maranguape, onde produzia programas radiofônicos para a mesma.

Profundo pesar
A morte de Sérgio Lira causou profundo pesar nos meios democráticos, entre seus amigos e, especialmente, na militância pró-democratização da comunicação. Logo após ser anunciado seu falecimento inúmeros emails, mensagens nas redes sociais e notas oficiais foram divulgadas.
O FNDC /CE, a FENAJ e o Sindicato dos Jornalistas do Ceará emitiram nota conjunta em que resgatam a trajetória de Sérgio Lira e expressam seu pesar. A ABRAÇO também emitiu nota oficial. Em nome da direção do PCdoB/CE , o Secretário Estadual de Comunicação, Inácio Carvalho, que atuou com Sérgio Lira na construção da CONFECOM no estado, “a perda desse amigo e militante dedicando da luta pela democratização causa profunda dor e nos coloca o desafio ainda maior para, em sua memória, erguer com maior vigor, a bandeira da democratização da comunicação”.

Abraço/CE