Ouça nossa webradio

terça-feira, 28 de junho de 2011

Campanha contra baixaria no rádio e TV será lançada na Paraíba


A campanha "Quem financia a baixaria é contra a cidadania" deverá ser estruturada na Paraíba. Pelo menos é o que desejam várias entidades da sociedade civil, preocupadas com a falta de respeito aos direitos humanos e à dignidade do cidadão em alguns programas de rádio e TV no Estado. Um dos idealizadores é Alexandre Guedes (foto), advogado e membro da Comissão do Fórum de Ética e Mídia da Paraíba, representante da Ordem dos Advogados do Brasil.

Por meio da campanha "Quem financia a baixaria é contra a cidadania", é feito o acompanhamento permanente da programação nas rádios e TVs. Os avaliadores publicam a lista dos programas que desrespeitam a Constituição no que se refere aos direitos humanos e cidadania, tornando pública a relação dos anunciantes de tais programas. “O objetivo é chamar essas empresas que patrocinam tais programas para a sua responsabilidade social com ética, desenvolvimento e direitos humanos e educação para o exercício da cidadania ativa na comunidade”, esclareceu Guedes.

O advogado explicou que uma Comissão deverá avaliar as mentiras, incitamento ao crime, atentados aos direitos humanos das minorias, preconceito racial e homofobia, além de outros ataques feitos contra populações pobres e crianças e adolescentes perpetrados por alguns comunicadores em emissoras de rádio e TV. “Não se trata de censura, mas achamos que é dever da sociedade e dos poderes públicos avaliar esses programas e debater a responsabilidade social da mídia”, explicou.

A campanha deverá ser lançada em audiência pública na OAB/PB, ficando marcada reunião plenária para tratar deste e de outros temas no dia 30 de julho às 9h na sede da entidade.