Ouça nossa webradio

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Paraíba quer incentivar debate sobre mulheres nas rádios comunitárias

Fabiana Veloso (à direita) e Wanessa Costa, mulheres radialistas paraibanas


No ano passado foram registrados 6.961 casos de violência contra a mulher na Paraíba, que ocupa a 18ª posição no ranking das 24 unidades da federação em números absolutos de violência contra a mulher. Estudo pioneiro revela que o noticiário da grande mídia é dominado pela disputa eleitoral e não debate políticas públicas adequadamente. Poucas emissoras de rádio e quase nenhum jornal ou TV aprofundam o debate sobre temas vinculados à agenda da equidade de gênero, como a participação feminina na discussão sobre políticas públicas de promoção dos direitos das mulheres.

Pensando nisso, algumas mulheres vinculadas ao movimento feminista, ligadas às rádios comunitárias, estão dialogando com a Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres do Estado da Paraíba para viabilizar espaço na cota dos 20% da verba publicitária do Governo para as rádios comunitárias, destinado a financiar programas que tratem das questões de gênero. “Há possibilidade também de ser realizado um trabalho de formação com as rádios comunitárias da Paraíba, direcionado às mulheres comunicadoras”, informou Fabiana Veloso, da Rádio Comunitária Zumbi dos Palmares.