Ouça nossa webradio

domingo, 18 de agosto de 2013

                                              Twitter     YouTube    Aumentar o tamanho da fonte Voltar ao tamanho padrão de fonte
Ações do documento

Rádio Comunitária tem trabalho diferenciado


Além de formação técnica, o projeto prevê melhoria na comunicação de jovens e idosos.
Foto: Arquivo Núcleo Barreto
mod_barreto2.jpg
A Núcleo Barreto forma jovens e idosos em técnicas de rádiodifusão
Uma ONG está chamando a atenção de jovens e idosos/as moradores de Barreto, bairro da periferia de Niterói, no Rio de Janeiro. Com um trabalho diferenciado, a Núcleo Barreto criou, em 2001, a Rádio Comunitária NB, um veículo de comunicação alternativo que conta com a participação de voluntários/as e alunos/as da região. A rádio é parte do projeto Oficina de Comunicação Comunitária que oferece gratuitamente capacitação básica de comunicação radiofônica, técnicas de voz, locução e operação de equipamentos.
Além da formação técnica, a Oficina de Comunicação promove aumento da auto-estima nos/as participantes. “Os jovens, em sua maioria, vão para o mercado de trabalho sem estarem completamente preparados para enfrentar todas as diversidades da vida adulta. Com a participação nas oficinas, percebemos melhor performance e maior segurança nas entrevistas de empregos”, comenta Marcelo Silveira, presidente da ONG.
Trabalho desenvolvido pela Núcleo Barreto, entretanto, está passando por sérias dificuldades. Mesmo mantido com recursos provenientes de parceria com o Ministério da Cultura, o projeto precisa receber mais recursos financeiros. Para Marcelo Silveira, são necessárias novas parcerias para manter o completo funcionamento da Oficina e dar início a projetos relevantes à região “Estamos em busca de recursos para a criação de uma sala de leitura e de um centro tecnológico. Temos projetos para a criação de um festival sociocultural e de um fórum de cidadania com integrantes da comunidade, além de várias atividades para estimular a informação, a educação, o esporte e o exercício da cidadania”, diz o presidente da ONG.
Foto: Arquivos Núcleo Barreto
mod_barreto1.jpg
Jovens de Niterói participam de oficina de comunicação
RÁDIO COMUNITÁRIA - Prevista na Lei Federal nº 9612/98, as rádios comunitárias devem retratar a voz, o jeito, os hábitos, as festas, as tradições, as artes e tudo o que é feito na região onde ela está inserida. O seu objetivo maior é divulgar os problemas da comunidade, apontar soluções, prestar serviços de utilidade pública – como campanhas educativas, de saúde e de preservação do meio ambiente –, promover debates políticos relevantes, dar visibilidade à música nacional, aos artistas locais e aos eventos pertinentes àquela comunidade. “O nosso dever é garantir a pluralidade na programação. Os locutores, em sua maioria, são os próprios moradores da região. A espontaneidade no ar e a proximidade da população são o nosso diferencial perante os grandes grupos de comunicação que atuam em FM”, explica Silveira.