Ouça nossa webradio

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Sindicato de Trabalhadores Rurais pede indenização na Justiça contra rádio comunitária




O Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Mari/PB, José Martins de Lima, está pedindo indenização na Justiça por “danos morais” à Rádio Comunitária Araçá, depois de ter seu programa semanal retirado da grade de programação da emissora. Segundo o Presidente Martins, o diretor da rádio substituiu seu programa pelo Sindicato da Agricultura Familiar. “Ao retirar nosso programa do ar, a emissora desrespeitou acordo firmado e prejudicou a imagem do Sindicato”, disse Martins.

O diretor da Rádio Comunitária, Severino Ramo, alegou que o programa do Sindicato estava servindo para fazer “politicagem”, já que o filho do Zé Martins era candidato a prefeito e ele disputava o cargo de vereador.

Se condenada, a rádio poderá pagar uma indenização de R$ 40 mil reais. A rádio sustenta que o papel de um programa sindical deve ser o de informar à sociedade fatos de interesse dos agricultores, e não o de fazer política partidária. O diretor Ramos alega que não  praticou ato ilícito, apenas cumpriu o que determina o estatuto e o código de ética da emissora.

Ao entrar na Justiça pedindo indenização por danos morais, o Sindicato dos Trabalhadores Rurais, através do seu advogado, mencionou até o Código de Defesa do Consumidor para lastrear a acusação. “Só faltou apelarem para a Lei Maria da Penha”, ironizou um sócio da Rádio Araçá.