Ouça nossa webradio

quarta-feira, 13 de junho de 2012

Vídeo sobre rádios comunitárias será lançado nesta quinta em João Pessoa



Fábio Mozart e Marcos Veloso lançam DOC sobre gênero nesta quinta

Com uma câmera na mão e quase nenhum tostão no bolso, eu e Marcos Veloso nos propusemos a produzir vídeo que falasse da condição feminina. Duas besteiras: uma, porque só quem está habilitado a falar de mulher é a própria fêmea. Outra, que sem grana não se vai a lugar algum neste planeta capitalista. Mas, quando a razão se retira, é a emoção que assume. Pegamos os amigos, alugamos a paciência de quem nos podia ajudar tecnicamente e fomos à luta. O resultado foi muito acima do que esperávamos. Isso dá fôlego para projetos mais ambiciosos. Aguardem-nos!

A verdade é que transformamos o Ponto de Cultura Cantiga de Ninar em um espaço onde se transpira e inspira cinema. Lá está rolando oficina, tem gente de montão fazendo suas experiências no audiovisual, sendo hoje uma casa reconhecida como um marco cultural da cidade de Itabaiana, trazendo artistas e técnicos do maior gabarito para ensinar a moçada a fazer cinema, como é o caso do Torquato Joel e tantos outros “cobras” que por lá passaram, com o intuito de formar novos talentos.

Na verdade, a gente se superou na iniciação desta arte das imagens. Trabalhei com uma personalidade de rica envergadura, de talento incomum, que é o videasta Rodrigo Brandão. Peguei três atrizes amadoras de nosso cast, as comadres Das Dores Neta, Maria Helena Malheiros e Adriana Felizardo e fizemos um trabalho decente, com suas limitações. Mas, afinal, cá entre nós, quem acerta o tempo todo? Contrariando todas as expectativas, nossos DOCs saíram e podem ser conferidos amanhã, no Sebo Cultural, às 19 horas. De quebra, o vídeo tem como música tema o samba rock “Recado curto e grosso” que fiz junto com a turma da banda “Puro charme”. Estou debutando no audiovisual, mas na música já fiz duas cantigas que foram gravadas em CD pelo Sesc.

Inquieto artisticamente, eu vou por aí ajudando a construir nossa memória de luta pela democratização das comunicações, fazendo um produto cultural de bom nível e pronto para denunciar a problemática cena da mídia tradicional e mostrar os avanços do povo em busca do direito de se comunicar, na visão das mulheres.

Quem quiser conferir o trabalho, vá ao Sebo Cultural amanhã, quinta-feira, 19 horas, que ainda leva de cortesia o folheto “O Sebo Cultural - templo do saber”, cordel de Fábio Mozart que será lançado na ocasião.

O documentário “Feminino Plural” recebeu patrocínio do Fundo Municipal de Cultura - Fundação de Cultura de João Pessoa - Funjope.

Fábio Mozart