Ouça nossa webradio

segunda-feira, 11 de junho de 2012



Prezados senhores e senhoras do BLOG Zumbi dos Palmares, diante da informação veiculada sobre uma possível “invasão” do MST a Rádio Comunitária Araçá FM vimos informar que tal informação não procede, como também a reação dos comunicadores populares da emissora comunitária, contra a posição do “Vereador Edivaldo do Assentamento”, não se referiu ao voto contrário a Moção de Aplauso que estava sendo concedido a Rádio Araçá FM, e sim as acusações infundadas e caluniosas contra aos que fazem a emissora! A bem da Verdade pode-se afirmar que a atuação do “Vereador do Assentamento”, se limitou a acusar e caluniar os membros da Araçá FM desde o início do seu mandato! Este foi o maior feito dele!

Vamos aos fatos: com a apresentação, em Plenário, do Requerimento que concedia Votos de Aplausos pelo grandioso trabalho prestado a comunidade mariense pela Rádio Comunitária Araçá FM; propositura do Vereador Marcondes Baltazar, o Vereador Edivaldo Martins disse que não votaria favor, um direito dele! Votar a favor ou contra a uma matéria posta em pauta na Câmara Municipal é um direito constitucional de cada parlamentar; o que não é direito e nem é correto, é um parlamentar usar das suas prerrogativas de “representantes do povo” para proferir calúnias e difamação contra a qualquer pessoa ou entidade! Desafio o “Parlamentar do Assentamento” a provar todas as acusações feitas contra a emissora comunitária desde o inicio do seu mandato! Inclusive, já fiz este desafio anteriormente!

Quanto à ameaça de “invasão” do MST a Emissora Comunitária, isto nunca ocorreu; mantemos uma relação respeitosa e colaborativa com os membros dos Trabalhadores/as do Movimento Sem Terra do nosso município. O que ocorreu é que, a partir das agressões gratuitas proferidas pelo Vereador Edivaldo Martins na Sessão da Câmara Municipal, por ocasião da apresentação do Voto de Aplausos, os apresentadores do Programa Liberdade de Expressão, Marcos Sales e Tiago Silva saíram, naturalmente, em defesa da Araçá FM, questionando os motivos injustificados utilizados pelo Vereador, quando acusou os membros da rádio “de vendidos” a prefeitura Municipal, dentre outros impropérios insanos proferidos pelo senhor Edivaldo Martins. Então, o Vereador se sentiu atingido e requereu, via telefone, o direito de resposta. O que foi prontamente atendido! Sendo concedido o mesmo tempo utilizado pelos comunicadores, quando faziam a defesa dos colegas.

Então, no horário destinado ao “direito de resposta” a ser utilizado pelo “Vereador do Assentamento”, ele compareceu à recepção da emissora, acompanhado de cerca de cindo pessoas. Sendo que uma delas quis adentrar aos estúdios da Rádio para denunciar a administração municipal, e foi informado que o espaço estava destinado ao direito de resposta. E só a posterior, seria permitido se utilizar os microfones da Araçá FM para tratar de outros assuntos. Foi quando o acompanhante do senhor Edivaldo disse que se não fosse permitido a ele fazer a denúncia naquele momento, invadiria os estúdios. Diante da afronta do companheiro do Vereador aos apresentadores do Programa Liberdade de Expressão, a Direção de Programação da Emissora adotou as medidas cabíveis para evitar um confronto entre as partes, qual seja: foi chamada a Guarnição Policial do município, que prontamente atendeu a solicitação. Garantindo, assim, a tranqüilidade dos presentes e, principalmente, o uso do direito de resposta requerido pelo Vereador.

Mari, 11 de junho de 2012.

Atenciosamente,

Severino Ramo do Nascimento
Diretor presidente