Ouça nossa webradio

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Rock, resistência e democracia da comunicação nas rádios comunitárias

Ativista do Movimento 
“Panteras da Revolução”
 em estúdio de rádio comunitária
"Durante aproximadamente três anos, estive à frente do programa "Comando Noise" que tinha uma proposta com o Heavy Metal, Hard Rock e o Rock de uma forma geral. Tínhamos entrevistas com bandas de garagem, como o Trauma de Santos, Claustrofobia dentre outras. Também conseguimos fazer entrevistas com grupos conhecidos, como a famosa banda Inocentes e o Full Range. Infelizmente, por conta da insensibilidade, covardia e o monopólio da informação da mídia safada, injusta, vendida e corrupta, as rádios em que trabalhei (voluntariamente) foram fechadas.

     É com muita alegria que recordo daqueles momentos, com a ajuda dos amigos (Chileno, Zanão, Neneco, Pedrinho, Cubatão, Xã, Pó, e vários outros, onde sempre estiveram me apoiando e contribuindo para a organização da programação do "COMANDO NOISE" nas madrugradas de sábado para domingo, tanto nas extintas rádios comunitárias Vitória FM como na Laser Fm. O apoio e a iniciativa do meu amigo pessoal Bruno Capuano, abrindo espaço para meu início em programas de rádio, foi primordial naquele momento, iniciando meus trabalhos na Laser Fm em 1997.

     Em 1998 o meu amigo Xã conseguiu ampliar o programa "COMANDO NOISE", na extinta Laser Fm, nas madrugadas de domingo para segunda. Mas tudo é passado, e fica a lembrança do convívio semanal com os ouvintes, ligando na rádio pedindo músicas, escrevendo cartas, solicitando espaços para entrevistas com outras bandas, divulgando shows e etc.
     Denunciamos o monopólio da mídia, e ao mesmo tempo, mostramos a importância das rádios comunitárias para a democratização da informação e ajuda para a comunidade. Nosso país tem um sistema de informação totalmente centralizador e sobretudo anti-democrático. Nós, os PANTERAS DA REVOLUÇÃO, somos totalmente favoráveis e defensores das rádios comunitárias. Quem sabe, um dia, os PANTERAS DA REVOLUÇÃO estarão com seu programa em alguma rádio comunitária, na resistência e luta contra a tirania das grandes corporações da mídia. Esperamos o convite de qualquer rádio para ampliarmos nosso trabalho de conscientização.”