Ouça nossa webradio

sexta-feira, 12 de julho de 2013

RIO DE JANEIRO



Rádio Comunitária Prazeres fechada pela PF e comunicadores presos

Estúdio da Rádio Prazeres
A Rádio Comunitária Prazeres FM, localizada no morro dos Prazeres, em Santa Teresa, foi fechada pela Polícia Federal nesta quinta-feira, 11 de julho, às 13 horas. No momento da invasão, a rádio estava fazendo um informativo apoiando a Greve geral Os dirigentes foram levados para a sede da Polícia Federal onde sofreram tortura psicológica. 

O Morro dos Prazeres é uma favela em Santa Tereza, bairro localizado na Região Central da cidade do Rio de Janeiro (mas considerado como um bairro da Zona Sul).
Em Janeiro 2011, foi instalada uma UPP - Unidade de Polícia Pacificadora na comunidade, que tem 7.250 moradores. A rádio funcionava como um canal de lazer e informação da comunidade, auxiliando o esforço de paz.
O Movimento de Rádios Comunitárias publicou Moção de repúdio ao fechamento da Rádio Prazeres FM pela ANATEL, através da PF, hipotecando solidariedade aos radialistas populares presos e torturados intelectualmente pela PF do Rio de Janeiro.
“Temos que dar apoio aos companheiros da Rádio Prazeres que estão presos, esta emissora que é símbolo da luta pela democratização da comunicação no Rio de Janeiro e vanguarda da luta pela liberdade de expressão no Brasil, vítima de mais uma arbitrariedade da política do governo Dilma para a comunicação”, afirmou o radialista comunitário Wladimir Aguiar.