Ouça nossa webradio

sábado, 6 de julho de 2013

Representante brasileiro da OEA defende democratização da comunicação



A Comissão Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos (OEA) conta com mais um integrante na defesa pelo direito à comunicação. Paulo Vanucchi tomou posse recentemente e defende a “compreensão da comunicação como um direito humano fundamental”.

Para Vanucchi, a democratização dos meios de comunicação é um passo essencial na consolidação da democracia e a concentração de meios seria uma distorção do sistema. Desta maneira, a discussão sobre o marco regulatório das telecomunicações é uma agenda que não pode ser mais adiada.

O representante da OEA afirma, ainda, que não se pode confundir liberdade de expressão e imprensa com a agenda da Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP), que é “uma associação de empresários que precisa ser levada em conta”, apesar da instituição apresentar constante resistência às iniciativas de democratização da comunicaçã