Ouça nossa webradio

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Rádio comunitária mobiliza meninos a frequentarem a escola na África


O distrito de Maganja da Costa, na província da Zambézia, jamais voltará a ser o mesmo. Desde o ano passado, é pela voz afável dos jovens locutores da Rádio Comunitária de Erive – a rádio comunitária do distrito – que muitos dos seus lares são acordados logo pela manhã, quando já começa a ser dia. Ainda hoje, alguns membros da comunidade mal conseguem acreditar que a sua rádio veio para ficar e para mudar as suas vidas.

Desde que a rádio começou a emitir, as mudanças de comportamento têm acontecido de forma ainda mais acelerada nas comunidades, principalmente na vida das meninas. Levar a menina à escola, um tema frequentemente abordado nos programas e debates que vão para o ar quase todos os dias, é cada vez mais uma prioridade.

“Nos nossos programas de rádio falamos dos direitos da criança, como à saúde, proteção contra violência e abuso, e o acesso à educação, entre outros” diz Regina João Marenço, de 14 anos de idade. “Damos muito destaque à promoção da educacão da menina. O resultado é que estamos a ver cada vez mais meninas a ir para a escola”, afirma com um sorriso orgulhoso.

O número de meninas matriculadas nas escolas primárias de Maganja da Costa aumentou de 18.335 em 2006 para 23.248 em 2007. Regina é ela própria uma referência para as outras meninas da sua idade. Estuda na quarta classe, é apresentadora do Programa da Criança e sub-chefe do grupo que produz os programas da criança. O grupo é composto por 10 crianças, metade das quais meninas.

A rádio comunitária é transmitida tanto em Português, língua oficial no país, como em Lómuè e Nharinga – duas das línguas locais – para que seja compreendida em todo o distrito.

Para além dos programas da criança para criança, são difundidos outros especialmente dedicados aos adolescentes e jovens, às mulheres, e à comunidade em geral. São programas informativos, de entretenimento e de debate ao vivo, que dão voz aos membros da comunidade em assuntos que lhes dizem respeito.

Os temas abordados incluem as boas práticas de higiene e saneamento, a saúde sexual e reprodutiva, a prevenção do HIV, o combate ao estigma e a discriminação de pessoas afectadas pelo HIV e SIDA, o combate à violência doméstica, assuntos relacionados com o gênero, temas relacionados com o direito das crianças como o direito à educação de qualidade, e outros assuntos de interesse local.

www.unicef.org