Ouça nossa webradio

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Rádio comunitária denuncia trabalho escravo no frigorífico Friboi


A Rádio Comunitária Noroeste, de Campinas, São Paulo, denunciou hoje, 8 de janeiro, as empresas brasileiras que em sua cadeia produtiva exploram o trabalho escravo, como a empresa frigorífica Friboi. “A Família Bertim, um clã de milionários pecuaristas na qual foram detectados trabalhadores em situações análogas a escravidão, é responsável pela empresa”, disse Jerry Oliveira, um dos comunicadores da emissora.

Também foram citados políticos em cujas fazendas se constataram trabalhos escravos, dentre eles o ex-prefeito de Santos, Beto Mansur, deputado federal do PP de São Paulo e o deputado Inocêncio Oliveira, do Dem de Pernambuco. A série de denúncias inclui ainda a escravidão urbana na área de tecelagem e da construção civil. “Em que pese maioria da militância social e política conhecer esses casos, a grande mídia não fala quem são os verdadeiros escravizadores”, disse Jerry. Para ele, a Rádio Comunitária Noroeste FM cumpre sua função pública de “dar nome aos bois”. Ele adiantou que a rádio fará campanha para que não se consuma produtos em cuja cadeia produtiva possui trabalho escravo. “Estamos cumprindo nossa função dentro do nosso direito de expressão em defesa do povo”, finalizou.