Ouça nossa webradio

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Mais uma rádio comunitária é atacada na Paraíba


Fica cada vez mais difícil a atuação das emissoras comunitárias na Paraíba, haja vista a onda de repressão pela qual seus comunicadores vêm enfrentando e que não é de agora, vem de muitos anos.
Nos últimos meses, algumas emissoras comunitárias com atuação no Estado vêm sendo vítimas de ataque de toda ordem por parte de gestores e políticos que desejam ter o comando desse importante instrumento de participação popular que é a rádio comunitária.
Na madrugada deste sábado (23), a Rádio Comunitária Soledade FM foi incendiada e de acordo com o Diretor da emissora, Ivanilson Gouveia, de forma criminosa. Segundo ele, foi ateado fogo em todos os equipamentos do estúdio da emissora e houve perda total.
A Rádio Soledade FM é uma emissora da Associação Comunitária de Comunicação e Ação Social do município de Soledade. Ivanilson Gouveia afirma que o incêndio é criminoso e que o atentado pode ter tido motivações políticas, uma vez que a ameaça de incêndio já havia ocorrido no mês de outubro deste ano durante o pleito eleitoral suplementar no município, fato este informado por uma denúncia anônima e aplacado naquela época pela ação da juíza eleitoral da Comarca de Soledade, Bárbara Bortoluzi e sob a vigilância particular da emissora na véspera da eleição.
Segundo Manoel Batista, da Rádio Comunitária Araçá, de Mari/PB, “vários casos de atentados às rádios comunitárias tem se registrado aqui na Paraíba, mas não vemos até agora uma movimentação das rádios ou da ABRAÇO para discutir o problema e formas de enfrentamento dessa violência.”

Da Redação 
Do Expresso PB/Informações do Soledade Notícias