Ouça nossa webradio

sexta-feira, 8 de maio de 2015

Jornalista lança “Manual de sobrevivência das rádios comunitárias”

As rádios comunitárias do Brasil sempre passaram por inúmeras dificuldades para transmitir e levar informação, serviços e cultura para as comunidades do país. Processos, prisões, censura, violência e várias ações truculentas feitas pela polícia e outras autoridades do Estado vem destruindo o sonho de muitos, que usam destas emissoras a única forma de comunicação, divulgação e informação nos recantos mais distantes. Por essas e outras, é que o jornalista e ativista, Wesley Correia Carvalho, lançou o livro “Manual de Sobrevivência das Rádios Comunitárias”.

De acordo com o prefácio de Léo da Silva Alves, presidente da Rede Internacional de Excelência Jurídica, o livro vende soluções para as rádios comunitárias. Segundo ele, além de debater grandes questões do setor, a obra ensina as emissoras a captar recursos públicos, conseguir isenção de impostos, diminuir as despesas com o pagamento de direitos autorais e usufruir de direitos variados; mostra como evitar problemas com a justiça e, ainda, como obter bens e serviços gratuitamente.

A legislação impõe sérios obstáculos às rádios comunitárias do Brasil, que muitas vezes são obrigadas a fechar por falta de apoio aos comunicadores, que sem saber o que fazer diante de tanta dificuldade, acabam desistindo de continuar o trabalho. Para Léo da Silva, esta publicação vem sanar esta necessidade, fornecendo orientações simples e objetivas para que as emissoras funcionem e se desenvolvam sem arriscar a sua existência e seu patrimônio. Tudo, com amplo respaldo na legislação, nos entendimentos dos tribunais e na literatura jurídica.

O autor espera que as autoridades reavaliem o tratamento conferido às nossas rádios comunitárias; mas ressalta que isso não se dará sem esforços e lutas por parte do setor e da sociedade civil organizada.