Ouça nossa webradio

domingo, 3 de maio de 2015

Diretor de rádio comunitária é assassinado no México




Por Repórteres Sem Fronteira em 28/04/2015 na edição 848

Repórteres Sem Fronteira denuncia o assassinato de Abel Manuel Batista Raymundo, diretor e fundador da Rádio Comunitária Spacio 96.1 FM, acontecido em 14 de abril em Juxlahuaca, México. O país é um dos mais perigosos para jornalistas e radialistas.
Segundo informações, depois que Abel saiu da rádio, três pessoas o esperavam no carro e o assassinaram. Até agora não se sabe o motivo do crime. Abel era Presidente da Associação de Rádios Comunitárias Vara 7. As autoridades confiscaram os equipamentos de transmissão de diversas rádios comunitárias da região. Essas rádios populares não são contempladas com uma legislação no País e sofrem constantes pressões das autoridades.
Repórteres Sem Fronteiras pedem uma investigação independente para esclarecer o crime contra o radialista comunitário, para saber se o fato tem algo a ver com suas atividades profissionais. “No lugar de perseguir as rádios comunitárias, as autoridades deveriam priorizar a resolução desse crime. A situação continua catastrófica para os trabalhadores da informação no país”, diz a nota.