Ouça nossa webradio

segunda-feira, 1 de junho de 2015

Dificuldades enfrentadas por rádios comunitárias entram em debate na EXPOTEC


Por Chris Sacramento/CPJ-UFPB
Novas propostas de difusão e a reforma estrutural na esfera das rádios comunitárias deram o tom ao “Encontro de rádios comunitárias” realizado na tarde desta sexta, 30, último dia da EXPOTEC 2015. A discussão ponderou sob o comando de Severino Ramos, diretor da rádio escola Araçá FM, em atividade há 18 anos na cidade de Mari, interior da Paraíba.
A dificuldade de se realizar este tipo de serviço foi palco da reflexão. Atualmente, a escassez de recursos para o rádio comunitário limita drasticamente as produções dessa atmosfera comunicacional. Na região, a avaliação que se faz perante as rádios é negativa. “Primeiro, não possuímos uma organização que nos represente, diferentemente das rádios comerciais”, comentou Severino.

O evento serve de campo reflexivo para público participante da contenda. Questionado sobre o trabalho realizado pela rádio Araçá, o mediador comentou que a atividade ¨pauta-se em princípios prioritários que prezam pelo bem estar social da comunidade”.