Ouça nossa webradio

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Defesa da comunicação pública será pauta principal da FrenteCom


A comunicação pública esteve em pauta durante a solenidade que nomeou o deputado federal Jean Wyllys (PSOL–RJ) como o novo coordenador da Frente Parlamentar pela Liberdade de Expressão e o Direito à Comunicação com Participação Popular (Frentecom), na última terça-feira (23), em Brasília.
Durante a cerimônia, Wyllys denunciou o’ boicote’ ocorrido na última gestão à participação de parlamentares mais à esquerda no sistema de comunicação da Câmara. Segundo o deputado, o modelo vigente na gestão de Eduardo Cunha foi antidemocrático por subordinar o comando dos veículos de comunicação da Casa à Mesa Diretora.
Como medida para ampliar o caráter democrático da comunicação institucional da Câmara e do Senado, Wyllys propôs uma coordenação colegiada com deputados de diferentes partidos para comandar o sistema de comunicação da institucional.
A medida foi vista com bons olhos pela Associação Mundial de Rádios Comunitárias (AMARC Brasil). A integrante da associação, Taís Ladeira, que esteve presente no evento, alertou também para a situação da comunicação pública do país dentro do atual momento de instabilidade política.

Além disso, Ladeira afirmou que o momento político do país exige uma atenção especial por parte das ações prioritárias da Frentecom para os próximos meses até o final de 2017. A integrante da AMARC destacou como fundamental o acompanhamento da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática (CCTCI) da Câmara. (pulsar)