Ouça nossa webradio

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Partido dos Trabalhadores volta atrás no combate ao “monopólio da mídia”



O PT havia registrado o programa de governo da candidata Dilma Rousseff que propunha, entre outros pontos, o combate ao ‘monopólio da mídia’. O PT voltou ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral), retirou o texto e apresentou nova redação, da qual foram subtraídos pontos polêmicos, inclusive o do "combate ao monopólio da mídia".

Eis o que diz o programa do PT sobre o assunto, que depois foi retirado:

“medidas que promovam a democratização da comunicação social no país, em particular aquelas voltadas para combater o monopólio dos meios eletrônicos de informação, cultura e entretenimento. Para isso, deve-se levar em conta as resoluções aprovadas pela lª. Confecom, promovida por iniciativa do governo federal, e que prevêem, entre outras medidas, o estabelecimento de um novo parâmetro legal para as telecomunicaçõ es no país; a reativação do Conselho Nacional de Comunicação Social; o fim da propriedade cruzada; exigência de urna porcentagem de produção regional, de acordo com a Constituição Federal; proibição da sublocação de emissoras e horários; e direito de resposta coletivo.”

Portal do UOL