Ouça nossa webradio

domingo, 21 de novembro de 2010

Rádio Zumbi imita Brasil e escolhe mulher para Presidente


Foi ontem, 20 de novembro, dia da consciência negra. A moçada que faz a Rádio Comunitária Zumbi dos Palmares se reuniu para dar posse à jornalista Fabiana Veloso no cargo de Presidente da emissora, que faz parte da Sociedade Cultural Posse Nova República, no Geisel (João Pessoa/PB).

Fabiana pode se perfilar ao lado de Dilma Roussef, das primeiras-ministras Indira Gandhi, da Índia, Golda Meir, de Israel, Margareth Tatcher, da Inglaterra e Angela Merckel (eleita em 2005 e ainda no poder). Além das presidentes da Argentina, Cristina Kirchner, e do Chile, Michelle Bachelet. Todas foram pioneiras. Todas superaram barreiras monumentais até chegar ao poder sempre dominado pelos homens. É o que chamam de “enpoderamento” das mulheres, palavrinha que se usa muito hoje em dia.

Acha que é pouco ser Presidente de uma rádio comunitária? Igual às mulheres, rádio comunitária também é discriminada, menosprezada e perseguida.

A foto mostra os compadres e comadres festejando a nova fase da Rádio Comunitária Zumbi dos Palmares, uma das poucas autênticas emissoras comunitárias de baixa potência na Paraíba, mas infelizmente fora da lista do Ministério das Comunicações para receber outorga. Foi preterida em favor de um projeto de rádio no vizinho bairro de Mangabeira. Segundo se comenta, a rádio de Mangabeira nada mais é do que um projeto particular empresarial.

Mas estamos na luta, agora fortalecidos com nova liderança. De uma forma ou de outra estaremos no ar, pela internet, em transmissões não autorizadas, com nosso jornal e nosso blog. Afinal, o lema é “resistir e transmitir”.