Ouça nossa webradio

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Imprensa alternativa de Moçambique denuncia ameaças contra jornalistas de rádios comunitárias


Jornalistas das rádios comunitárias Quelimane FM e Nova Paz (foto), sediadas na cidade de Quelimane, província da Zambézia, queixam-se de intimidações e ameaças de morte via chamadas telefónicas e sms. Igualmente, os jornalistas da Rádio Quelimane FM denunciaram a presença de supostos agentes da “Lei e Ordem” nas imediações da instituição, situação que levou à fuga dos repórteres daquela rádio das redacções à procura de refúgio em outros locais distantes das suas casas e das instalações das respectivas rádios.
 “As rádios comunitárias estavam a fazer cobertura de factos que não eram do agrado de alguém ou de um grupo”, refere o comunicado do Fórum Nacional das Rádios Comunitárias, FORCOM, acrescentando que durante o dia da votação, 20 de Novembro de 203, as rádios Quelimane FM e Nova Paz reportaram em directo o decurso do processo, incluindo algumas irregularidades verificadas nas mesas de votação.

(De Moçambique)